sábado, 2 de outubro de 2010

Clarice Lispector

"Sou como você me vê.

Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania,
Depende de quando e como você me vê passar."
"A única verdade é que vivo. Sinceramente, eu vivo. Quem sou? Bem, isso já é demais..."
"Com todo perdão da palavra, eu sou um mistério ate para mim."

Só um pouquinho desse gênio literário...