segunda-feira, 1 de junho de 2009

Diferenças perceptíveis

Nossa como somos diferentes! [...]Momento de frustração

E como nós convivemos tão bem em tão pouco tempo...E as diferenças foram deixadas de lado,mas agora elas estão gritando para mim!Se enxerga não vai dar certo,vocês não tem nada em comum,uma amizade impossível...Apesar de aceitar suas diferenças e vice-versa,não dá pra esconder que você mudou e isso é bom é ótimo pra você,estou feliz!Mas também triste porque eu não evolui e nem mudei junto com você ou no seu ritmo...É como se alguém contasse uma piada que eu achasse muito engraçada e você achasse boba...ou então alguém conta e você ri e eu levo 5 segundos(ou mais...) pra entender.
Novas amizades são ótimas,não tenho nem o que falar sobre elas...
Uma lhe da os conselhos que concerteza eu não saberia dar a você ou ate daria ao meu modo,otimista não realista...
A outra lhe faz rir,sentir-se bem...
com certeza mais evoluídas dos que as minhas,mais belas,mais cultas,mas tente entende que eu não vou me acostumar a com elas se eu não conviver com elas!!!!!E será que eu quero conviver com elas?
Parece ate dramaturgia mexicana(risos),porem eu chorei por causa disso(tá eu sou chorona mesmo)...E agora??Acaba a amizade??Você me coloca no seu ritmo(que não é o meu)??Eu sinceramente não sei...


[..]É chato pensar ou pior,perceber,que você pode perder uma pessoa tão querida como você amiga...
E agora??Acaba a amizade??Você me coloca no seu ritmo(que não é o meu)??Eu sinceramente
não sei... [...]

~Cabeça dura por cabeça dura eu também sou!!
Eu não vou tentar mudar você,sabe muito bem que não é da minha índole...
Porém não irei seguir seus passos e não espero que siga os meus...